Novo Testamento
Bíblia em Português 1999
← 16

Atos 17

18 →
1

Depois de terem passado por Anfípolis e Apolônia, Paulo e Silas chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga de judeus.

2

Paulo foi até lá, como era seu costume fazer e, durante três sábados, discutiu as Escrituras com os judeus,

3

explicando e provando a eles que Jesus tinha de sofrer e ressuscitar dos mortos. Ele dizia: —Este Jesus que eu estou anunciando a vocês é o Cristo.

4

Alguns deles ficaram persuadidos e se juntaram a Paulo e Silas. Juntaram-se a eles também um grande número de gregos que temiam a Deus e muitas mulheres importantes.

5

Os judeus, porém, ficaram com muita inveja e, juntando alguns malandros de rua, formaram um grupo de desordeiros. Esse grupo agitou a cidade e atacou a casa de Jasom à procura de Paulo e Silas para entregá-los ao povo.

6

Não os encontrando lá, o grupo arrastou a Jasom e a alguns dos irmãos para as autoridades da cidade. Eles gritavam: —Estes homens que têm transtornado o mundo chegaram também aqui.

7

Eles estão hospedados na casa de Jasom e todos desobedecem às leis de César, dizendo que há um outro rei, Jesus.

8

Ao ouvirem essas coisas, tanto a multidão como as autoridades da cidade ficaram muito agitadas.

9

Então, fizeram Jasom e os irmãos pagarem uma fiança e depois os soltaram.

10

Assim que anoiteceu, os irmãos fizeram com que Paulo e Silas partissem para a cidade de Beréia. Ao chegarem lá, eles foram para a sinagoga dos judeus.

11

As pessoas daquela cidade eram mais nobres do que as de Tessalônica, pois receberam a mensagem com grande entusiasmo. Eles examinavam as Escrituras todos os dias para ver se o que Paulo dizia era realmente verdadeiro.

12

Com isso muitos deles acreditaram, juntamente com muitas mulheres gregas importantes e muitos homens gregos.

13

Quando os judeus de Tessalônica souberam que Paulo estava em Beréia proclamando a mensagem de Deus, foram até lá para promover desordens entre o povo e para agitá-lo contra Paulo.

14

Os irmãos, então, imediatamente, mandaram Paulo para o litoral, mas Silas e Timóteo ficaram em Beréia.

15

Aqueles que eram responsáveis por Paulo levaram-no até a cidade de Atenas. Depois eles partiram levando instruções para que Silas e Timóteo fossem encontrá-lo em Atenas o mais depressa possível.

16

Enquanto Paulo esperava por Timóteo e Silas em Atenas, o seu espírito se revoltou, pois ele viu que a cidade estava cheia de ídolos.

17

Na sinagoga ele discutia com os judeus e com os gregos que temiam a Deus. E todos os dias, na praça principal, discutia com aqueles que se encontravam ali.

18

Um grupo de filósofos epicureus e estóicos começaram a discutir com ele, e alguns diziam: —O que esse tagarela está querendo dizer? Outros diziam: —Parece que ele está anunciando deuses estranhos. (Eles diziam isso porque Paulo estava falando a respeito de Jesus e da ressurreição).

19

Paulo, então, foi levado até o Areópago. Lá eles lhe disseram: —Podemos saber que novo ensino é esse que você está nos apresentando?

20

Você está trazendo coisas estranhas aos nossos ouvidos e, por isso, gostaríamos de saber o que elas significam.

21

(Eles fizeram isso porque tanto os atenienses como os estrangeiros que lá viviam não faziam mais nada a não ser contar ou ouvir a respeito das últimas novidades).

22

Paulo, então, se levantou no Areópago e disse: —Homens de Atenas! Vejo que vocês são bastante religiosos em tudo, pois,

23

ao andar por aqui observei os objetos de adoração de vocês. Eu encontrei até mesmo um altar no qual estava escrito: “

24

Ao deus desconhecido

25

”. E é esse Deus—que vocês adoram mas que desconhecem—que eu estou anunciando a vocês.

26

Esse Deus fez o mundo e tudo o que nele existe e, desde que Ele é o Senhor do céu e da terra, Ele não mora em templos feitos por mãos humanas.

27

Ele não é servido por mãos humanas como se precisasse de alguma coisa, mas é Ele quem dá vida, respiração e tudo o mais a todos.

28

Ele fez todas as raças de homens de um só homem para que eles habitassem toda a terra, e determinou também os tempos e as fronteiras dos lugares onde eles viveriam.

29

Ele fez isso com a esperança de que os homens buscassem a Deus e que, procurando, o encontrassem, pois Ele não está longe de nenhum de nós.

30

“Nele vivemos, nos movemos e existimos” e assim como também alguns dos próprios poetas de vocês disseram: “Somos filhos dele”.

31

Portanto, desde que somos filhos de Deus, não deveríamos pensar que a divindade é como ouro, prata ou pedra, trabalhados pela arte e pela imaginação do homem.

32

No passado Deus não levou em conta tal ignorância. Agora, porém, Ele manda que todas as pessoas em todos os lugares se arrependam de seus pecados,

33

pois Ele tem um dia reservado, no qual irá julgar o mundo. Ele julgará o mundo com justiça, por meio de um homem que ele apontou e aprovou diante de todos, ressuscitando-o dos mortos.

34

Quando ouviram Paulo falar a respeito de ressurreição dos mortos, alguns deles riram, outros, porém, disseram: —Queremos ouvir você falar sobre isto numa outra ocasião.

35

Paulo, então, foi embora dali.

36

Algumas pessoas juntaram-se a ele e acreditaram. Entre eles estavam Dionísio, que era membro do Areópago, uma mulher chamada Dâmaris e alguns outros.

Portuguese Bible 1999
Copyright © 1999 World Bible Translation Center