Números 10

1

Disse mais o SENHOR a Moisés:

2

Faze duas trombetas de prata; de obra batida as farás; servir-te-ão para convocares a congregação e para a partida dos arraiais.

3

Quando tocarem, toda a congregação se ajuntará a ti à porta da tenda da congregação.

4

Mas, quando tocar uma só, a ti se ajuntarão os príncipes, os cabeças dos milhares de Israel.

5

Quando as tocardes a rebate, partirão os arraiais que se acham acampados do lado oriental.

6

Mas, quando a segunda vez as tocardes a rebate, então, partirão os arraiais que se acham acampados do lado sul; a rebate, as tocarão para as suas partidas.

7

Mas, se se houver de ajuntar a congregação, tocá-las-eis, porém não a rebate.

8

Os filhos de Arão, sacerdotes, tocarão as trombetas; e a vós outros será isto por estatuto perpétuo nas vossas gerações.

9

Quando, na vossa terra, sairdes a pelejar contra os opressores que vos apertam, também tocareis as trombetas a rebate, e perante o SENHOR, vosso Deus, haverá lembrança de vós, e sereis salvos de vossos inimigos.

10

Da mesma sorte, no dia da vossa alegria, e nas vossas solenidades, e nos princípios dos vossos meses, também tocareis as vossas trombetas sobre os vossos holocaustos e sobre os vossos sacrifícios pacíficos, e vos serão por lembrança perante vosso Deus. Eu sou o SENHOR, vosso Deus.

11

Aconteceu, no ano segundo, no segundo mês, aos vinte do mês, que a nuvem se ergueu de sobre o tabernáculo da congregação.

12

Os filhos de Israel puseram-se em marcha do deserto do Sinai, jornada após jornada; e a nuvem repousou no deserto de Parã.

13

Assim, pela primeira vez, se puseram em marcha, segundo o mandado do SENHOR, por Moisés.

14

Primeiramente, partiu o estandarte do arraial dos filhos de Judá, segundo as suas turmas; e, sobre o seu exército, estava Naassom, filho de Aminadabe;

15

sobre o exército da tribo dos filhos de Issacar, Natanael, filho de Zuar;

16

e, sobre o exército da tribo dos filhos de Zebulom, Eliabe, filho de Helom.

17

Então, desarmaram o tabernáculo, e os filhos de Gérson e os filhos de Merari partiram, levando o tabernáculo.

18

Depois, partiu o estandarte do arraial de Rúben, segundo as suas turmas; e, sobre o seu exército, estava Elizur, filho de Sedeur;

19

sobre o exército da tribo dos filhos de Simeão, Selumiel, filho de Zurisadai;

20

e, sobre o exército da tribo dos filhos de Gade, Eliasafe, filho de Deuel.

21

Então, partiram os coatitas, levando as coisas santas; e erigia-se o tabernáculo até que estes chegassem.

22

Depois, partiu o estandarte do arraial dos filhos de Efraim, segundo as suas turmas; e, sobre o seu exército, estava Elisama, filho de Amiúde;

23

sobre o exército da tribo dos filhos de Manassés, Gamaliel, filho de Pedazur;

24

e, sobre o exército da tribo dos filhos de Benjamim, Abidã, filho de Gideoni.

25

Então, partiu o estandarte do arraial dos filhos de Dã, formando a retaguarda de todos os arraiais, segundo as suas turmas; e, sobre o seu exército, estava Aiezer, filho de Amisadai;

26

sobre o exército da tribo dos filhos de Aser, Pagiel, filho de Ocrã;

27

e, sobre o exército da tribo dos filhos de Naftali, Aira, filho de Enã.

28

Nesta ordem, puseram-se em marcha os filhos de Israel, segundo os seus exércitos.

29

Disse Moisés a Hobabe, filho de Reuel, o midianita, sogro de Moisés: Estamos de viagem para o lugar de que o SENHOR disse: Dar-vo-lo-ei; vem conosco, e te faremos bem, porque o SENHOR prometeu boas coisas a Israel.

30

Porém ele respondeu: Não irei; antes, irei à minha terra e à minha parentela.

31

Tornou-lhe Moisés: Ora, não nos deixes, porque tu sabes que devemos acampar-nos no deserto; e nos servirás de guia.

32

Se vieres conosco, far-te-emos o mesmo bem que o SENHOR a nós nos fizer.

33

Partiram, pois, do monte do SENHOR caminho de três dias; a arca da Aliança do SENHOR ia adiante deles caminho de três dias, para lhes deparar lugar de descanso.

34

A nuvem do SENHOR pairava sobre eles de dia, quando partiam do arraial.

35

Partindo a arca, Moisés dizia: Levanta-te, SENHOR, e dissipados sejam os teus inimigos, e fujam diante de ti os que te odeiam.

36

E, quando pousava, dizia: Volta, ó SENHOR, para os milhares de milhares de Israel.