Salmos 81

1

Ao mestre de canto, segundo a melodia Os lagares. Salmo de Asafe Cantai de júbilo a Deus, força nossa; celebrai o Deus de Jacó.

2

Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério.

3

Tocai a trombeta na Festa da Lua Nova, na lua cheia, dia da nossa festa.

4

É preceito para Israel, é prescrição do Deus de Jacó.

5

Ele o ordenou, como lei, a José, ao sair contra a terra do Egito. Ouço uma linguagem que eu não conhecera.

6

Livrei os seus ombros do peso, e suas mãos foram livres dos cestos.

7

Clamaste na angústia, e te livrei; do recôndito do trovão eu te respondi e te experimentei junto às águas de Meribá.

8

Ouve, povo meu, quero exortar-te. Ó Israel, se me escutasses!

9

Não haja no meio de ti deus alheio, nem te prostres ante deus estranho.

10

Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito. Abre bem a boca, e ta encherei.

11

Mas o meu povo não me quis escutar a voz, e Israel não me atendeu.

12

Assim, deixei-o andar na teimosia do seu coração; siga os seus próprios conselhos.

13

Ah! Se o meu povo me escutasse, se Israel andasse nos meus caminhos!

14

Eu, de pronto, lhe abateria o inimigo e deitaria mão contra os seus adversários.

15

Os que aborrecem ao SENHOR se lhe submeteriam, e isto duraria para sempre.

16

Eu o sustentaria com o trigo mais fino e o saciaria com o mel que escorre da rocha.