Bíblia em um ano
Janeiro 21


Gênesis 1:1-31
1. No princípio, quando Deus criou os céus e a terra,
2. a terra era informe e vazia, as trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superfície das águas.
3. Deus disse: «Faça-se a luz.» E a luz foi feita.
4. Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas.
5. Deus chamou dia à luz, e às trevas, noite. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o primeiro dia.
6. Deus disse: «Haja um firmamento entre as águas, para as manter separadas umas das outras.» E assim aconteceu.
7. Deus fez o firmamento e separou as águas que estavam sob o firmamento das que estavam por cima do firmamento.
8. Deus chamou céus ao firmamento. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o segundo dia.
9. Deus disse: «Reúnam-se as águas que estão debaixo dos céus, num único lugar, a fim de aparecer a terra seca.» E assim aconteceu.
10. Deus chamou terra à parte sólida, e mar, ao conjunto das águas. E Deus viu que isto era bom.
11. Deus disse: «Que a terra produza verdura, erva com semente, árvores frutíferas que dêem fruto sobre a terra, segundo as suas espécies, e contendo semente.» E assim aconteceu.
12. A terra produziu verdura, erva com semente, segundo a sua espécie, e árvores de fruto, segundo as suas espécies, com a respectiva semente. E Deus viu que isto era bom.
13. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o terceiro dia.
14. Deus disse: «Haja luzeiros no firmamento dos céus, para separar o dia da noite e servirem de sinais, determinando as estações, os dias e os anos;
15. servirão também de luzeiros no firmamento dos céus, para iluminarem a Terra.» E assim aconteceu.
16. Deus fez dois grandes luzeiros: o maior para presidir ao dia, e o menor para presidir à noite; fez também as estrelas.
17. Deus colocou-os no firmamento dos céus para iluminarem a Terra,
18. para presidirem ao dia e à noite, e para separarem a luz das trevas. E Deus viu que isto era bom.
19. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o quarto dia.
20. Deus disse: «Que as águas sejam povoadas de inúmeros seres vivos, e que por cima da terra voem aves, sob o firmamento dos céus.»
21. Deus criou, segundo as suas espécies, os monstros marinhos e todos os seres vivos que se movem nas águas, e todas as aves aladas, segundo as suas espécies. E Deus viu que isto era bom.
22. Deus abençoou-os, dizendo: «Crescei e multiplicai-vos e enchei as águas do mar e multipliquem-se as aves sobre a terra.»
23. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o quinto dia.
24. Deus disse: «Que a terra produza seres vivos, segundo as suas espécies, animais domésticos, répteis e animais ferozes, segundo as suas espécies.» E assim aconteceu.
25. Deus fez os animais ferozes, segundo as suas espécies, os animais domésticos, segundo as suas espécies, e todos os répteis da terra, segundo as suas espécies. E Deus viu que isto era bom.
26. Depois, Deus disse: «Façamos o ser humano à nossa imagem, à nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.»
27. Deus criou o ser humano à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher.
28. Abençoando-os, Deus disse-lhes: «Crescei, multiplicai-vos, enchei e submetei a terra. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se movem na terra.»
29. Deus disse: «Também vos dou todas as ervas com semente que existem à superfície da terra, assim como todas as árvores de fruto com semente, para que vos sirvam de alimento.
30. E a todos os animais da terra, a todas as aves dos céus e a todos os seres vivos que existem e se movem sobre a terra, igualmente dou por alimento toda a erva verde que a terra produzir.» E assim aconteceu.
31. Deus, vendo toda a sua obra, considerou-a muito boa. Assim, surgiu a tarde e, em seguida, a manhã: foi o sexto dia.

Gênesis 2:1-25
1. Foram assim terminados os céus e a Terra e todo o seu conjunto.
2. Concluída, no sétimo dia, toda a obra que tinha feito, Deus repousou, no sétimo dia, de todo o trabalho por Ele realizado.
3. Deus abençoou o sétimo dia e santificou-o, visto ter sido nesse dia que Ele repousou de toda a obra da criação.
4. Esta é a origem da criação dos céus e da Terra. Quando o Senhor Deus fez a Terra e os céus,
5. e ainda não havia arbusto algum pelos campos, nem sequer uma planta germinara ainda, porque o Senhor Deus ainda não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para a cultivar,
6. e da terra brotava uma nascente que regava toda a superfície,
7. então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e insuflou-lhe pelas narinas o sopro da vida, e o homem transformou-se num ser vivo.
8. Depois, o Senhor Deus plantou um jardim no Éden, ao oriente, e nele colocou o homem que tinha formado.
9. O Senhor Deus fez brotar da terra toda a espécie de árvores agradáveis à vista e de saborosos frutos para comer; a árvore da Vida estava no meio do jardim, assim como a árvore do conhecimento do bem e do mal.
10. Um rio nascia no Éden para regar o jardim, dividindo-se, a seguir, em quatro braços.
11. O nome do primeiro é Pichon, rio que rodeia toda a região de Havilá, onde se encontra ouro,
12. ouro puro, sem misturas, e também se encontra lá bdélio e ónix.
13. O nome do segundo rio é Guion, o qual rodeia toda a terra de Cuche.
14. O nome do terceiro é Tigre, e corre ao oriente da Assíria. O quarto rio é o Eufrates.
15. O Senhor Deus levou o homem e colocou-o no jardim do Éden, para o cultivar e, também, para o guardar.
16. E o Senhor Deus deu esta ordem ao homem: «Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim;
17. mas não comas o da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque, no dia em que o comeres, certamente morrerás.»
18. O Senhor Deus disse: «Não é conveniente que o homem esteja só; vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele.»
19. Então, o Senhor Deus, após ter formado da terra todos os animais dos campos e todas as aves dos céus, conduziu-os até junto do homem, a fim de verificar como ele os chamaria, para que todos os seres vivos fossem conhecidos pelos nomes que o homem lhes desse.
20. O homem designou com nomes todos os animais domésticos, todas as aves dos céus e todos os animais ferozes; contudo, não encontrou auxiliar semelhante a ele.
21. Então, o Senhor Deus fez cair sobre o homem um sono profundo; e, enquanto ele dormia, tirou-lhe uma das suas costelas, cujo lugar preencheu de carne.
22. Da costela que retirara do homem, o Senhor Deus fez a mulher e conduziu-a até ao homem.
23. Então, o homem exclamou: «Esta é, realmente, osso dos meus ossos e carne da minha carne. Chamar-se-á mulher, visto ter sido tirada do homem!»
24. Por esse motivo, o homem deixará o pai e a mãe, para se unir à sua mulher; e os dois serão uma só carne.
25. Estavam ambos nus, tanto o homem como a mulher, mas não sentiam vergonha.

Salmos 1:1-6
1. Feliz o homem que não segue o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem toma parte na reunião dos libertinos;
2. antes põe o seu enlevo na lei do Senhor e nela medita dia e noite.
3. É como a árvore plantada à beira da água corrente: dá fruto na estação própria e a sua folhagem não murcha; em tudo o que faz é bem sucedido.
4. Mas os ímpios não são assim! São como a palha que o vento leva.
5. Por isso, os ímpios não resistirão no julgamento, nem os pecadores, na assembleia dos justos.
6. O Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios conduz à perdição.

Provérbios 1:1-7
1. Provérbios de Salomão, filho de David, rei de Israel,
2. para aprender a sabedoria e a instrução; para compreender as palavras sensatas,
3. para adquirir as lições do bom senso: justiça, equidade e rectidão;
4. para dar aos simples o discernimento e ao jovem, conhecimento e reflexão.
5. Que o sábio escute e aumentará o seu saber; e o homem prudente adquirirá perspicácia,
6. para compreender provérbios e alegorias, máximas dos sábios e seus enigmas.
7. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Os insensatos desprezam o saber e a instrução.

Mateus 1:1-25
1. Genealogia de Jesus Cristo, filho de David, filho de Abraão:
2. Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacob; Jacob gerou Judá e seus irmãos;
3. Judá gerou, de Tamar, Peres e Zera; Peres gerou Hesron; Hesron gerou Rame;
4. Rame gerou Aminadab; Aminadab gerou Nachon; Nachon gerou Salmon;
5. Salmon gerou, de Raab, Booz; Booz gerou, de Rute, Obed; Obed gerou Jessé;
6. Jessé gerou o rei David. David, da mulher de Urias, gerou Salomão;
7. Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa;
8. Asa gerou Josafat; Josafat gerou Jorão; Jorão gerou Uzias;
9. Uzias gerou Jotam; Jotam gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias;
10. Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias;
11. Josias gerou Jeconias e seus irmãos, na época da deportação para Babilónia.
12. Depois da deportação para Babilónia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel;
13. Zorobabel gerou Abiud. Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azur;
14. Azur gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud;
15. Eliud gerou Eleázar; Eleázar gerou Matan; Matan gerou Jacob.
16. Jacob gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama Cristo.
17. Assim, o número total das gerações é, desde Abraão até David, catorze; de David até ao exílio da Babilónia, catorze; e, desde o exílio da Babilónia até Cristo, catorze.
18. Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava desposada com José; antes de coabitarem, notou-se que tinha concebido pelo poder do Espírito Santo.
19. José, seu esposo, que era um homem justo e não queria difamá-la, resolveu deixá-la secretamente.
20. Andando ele a pensar nisto, eis que o anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: «José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que ela concebeu é obra do Espírito Santo.
21. Ela dará à luz um filho, ao qual darás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados.»
22. Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta:
23. Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho; e hão-de chamá-lo Emanuel, que quer dizer: Deus connosco.
24. Despertando do sono, José fez como lhe ordenou o anjo do Senhor, e recebeu sua esposa.
25. E, sem que antes a tivesse conhecido, ela deu à luz um filho, ao qual ele pôs o nome de Jesus.